Wanted

Quando à pouco voltava para casa, passei pelo largo do tribunal no centro da cidade.
Este é provavelmente um dos locais mais movimentados da cidade.
Desde o advogado, político ou funcionário público que por lá passam num trote apressado às excursões de famílias que decidem acampar à porta do tribunal por solidariedade com os seus semelhantes que só deram umas facaditas ou fizeram uns contrabandozitos (coisa pouca).
Este é também é o lugar onde os mais comuns dos mortais se esquecem do saco do pão.

Caro amigo(a)!
Se você perdeu o seu saco do pão e está a oferecer uma recompensa choruda pelo desaparecimento deste, tenho de o informar que eu já encontrei o seu saco.
Antes de passar por uma caixa multibanco para debitar na minha conta a recompensa por o ter encontrado, sugiro que passe por lá primeiro pois nunca se sabe se este voltará a desaparecer ou mais grave que isso, que este fique rijo como pedras.

2 thoughts on “Wanted

  1. Isto sim é serviço público! Mandar emails de criancinhas desaparecidas é estúpido porque ninguém as vai recuperar, agora sacos de pão da semana passada em cima de um banco no meio da rua é totalmente diferente. Continua o teu bom trabalho de reporter!
    LOL

  2. Quando por lá passei, o pão estava com um aspecto bem fofinho ao ponto de ter pensado em trazê-lo para casa.
    No entanto pus a minha mão na consciência e deixei o saco ficar no banco.
    Quanto a este post: surgiu de uma piada que fiz com a minha mana em imaginar a coisa mais parva que uma pessoa que se tinha esquecido do saco do pão num banco iria fazer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s